Disrupção Tecnológica

As regras do jogo estão a mudar.

Megatendências Megatendências

O aparecimento de um novo produto ou de uma tecnologia emergente, as mudanças nos hábitos dos consumidores ou as novas regulamentações governamentais podem perturbar uma indústria estabelecida e dominante. Fatores determinantes para provocar uma mudança que afetará a sociedade no seu todo.

Porquê investir nesta tendência?

Tudo está a mudar e cada vez mais depressa.
O ritmo da transformação em inúmeros setores é mais rápido e mais tangível do que nunca. As razões? As alterações climáticas, o envelhecimento da população, a inovação tecnológica... São muitos os fatores que tornam visíveis estas transformações.

As pequenas empresas abrem caminho entre as grandes.
A disrupção tecnológica não está presente apenas em setores óbvios como as telecomunicações, o software, a distribuição ou a indústria farmacêutica. Vivemos numa época de mudança em que algumas grandes empresas estão a ser substituídas por pequenas empresas, ágeis, inovadoras e com uma utilização intensiva da tecnologia: as startups.

5G, inteligência artificial, computação em nuvem... Um momento histórico.
Este processo de disrupção tecnológica inclui tendências que serão fundamentais para o desenvolvimento económico nos próximos anos, um processo que está a atrair grandes volumes de investimento.

  • Disrupção Tecnológica

    5G

    1,3 bilhões de dólares Estima-se que a implantação do 5G em todos os setores irá adicionar ao PIB global entre agora e 2030.

  • Disrupção Tecnológica

    Inteligência Artificial

    Espera-se que os gastos globais com IA dupliquem nos próximos quatro anos, crescendo para mais de 110 bilhões de dólares em 2024.

  • Disrupção Tecnológica

    Cloud

    Espera-se que os gastos globais dos usuários da cloud pública aumentem em em 2022, em comparação com 2020. +41%

  • Disrupção Tecnológica

    345 bilhões de dólares nos próximos anos.

    Inovação no modelo de negócios A receita global de serviços atingirá.

Uma verdadeira revolução que obrigou as empresas a investir no armazenamento na rede ou em cibersegurança, em suma, a reorientar os seus sistemas de trabalho e modelos de produção para a digitalização:

A disrupção tecnológica não é novidade: estamos perante aquilo a que se chama a "sexta vaga" de inovação tecnológica

No entanto, as tendências de mudança e de disrupção que esperamos estão cada vez mais próximas umas das outras, sucedendo-se cada vez mais depressa. Se a primeira vaga ocorreu ao longo de 60 anos, estima-se que a vaga que estamos a viver dure apenas 25 anos, trazendo consigo duas consequências que irão definir o panorama empresarial:

Maior rotatividade das empresas dominantes.
Em 1958, uma empresa mantinha-se em média na Standard & Poor's durante 61 anos; atualmente, mantém-se durante cerca de 20 anos. Este fator evidencia um ambiente muito mais competitivo em que a inovação será crucial para não ficar para trás.

Maior dificuldade em manter a liderança.
Em 2000, as cinco maiores empresas do índice S&P representavam 18% do volume total. Atualmente, estas empresas representam apenas 8% e só a Microsoft se mantém no Top 5.

A sexta vaga não é a tecnologia do futuro, é a tecnologia de amanhã.

Tecnologias atuais vs. tecnologias do futuro.

As tecnológicas, o peso pesado dos índices de ações:

• Maior presença.
Ao longo da última década, e apesar da rotatividade entre as empresas líderes neste processo disruptivo, as empresas tecnológicas aumentaram consistentemente a sua presença nos índices das bolsas.

• Maiores retornos.
Ao longo dos últimos 20 anos, as tecnológicas geraram 17% dos retornos do MSCI World.

Universo de investimento

O universo de investimento centra-se em empresas de crescimento ou de crescimento de elevada qualidade, estratégias com valorizações elevadas e com previsões de grande crescimento, tendo em conta as características disruptivas das empresas.

• Identificação de setores suscetíveis de sofrer processos de disrupção e, dentro desses setores, de empresas capazes de os levar a cabo.
• Empresas com fortes vantagens competitivas, com bom posicionamento disruptivo, crescimento, solidez financeira e que cumpram critérios ambientais, sociais e de governação (ASG).

O que pensam os especialistas?

2023: Estimava-se que, para esse ano, as receitas totais do mercado da inteligência artificial a nível mundial ultrapassassem a barreira dos 400 000 000 USD.
2024: De acordo com o relatório da GlobalData, o mercado mundial da internet das coisas atingirá um valor de receitas de até 1,1 biliões de USD.
2030: O número de dispositivos ligados será de 1 bilião, contra os 50 milhões que existem atualmente.

A configuração é necessária

A configuração é necessária

A configuração é necessária

A configuração é necessária

A configuração é necessária